Passar para o conteúdo principal

Agrupamento de Escolas Miguel Torga leva alunos de bicicleta ao encontro da arte na rua.

ACISB integra projeto “Ao Património de Bike”

Agrupamento de Escolas Miguel Torga leva alunos de bicicleta ao encontro da arte na rua.

A escola sai à rua e leva os alunos, de bicicleta, a visitar pontos de interesse artístico em diversos locais da cidade de Bragança, onde vão acontecer aulas de diferentes disciplinas.

O projeto enquadra-se no Plano Nacional das Artes, no âmbito do qual o Agrupamento de Escolas Miguel Torga, de Bragança, organiza o seu Projeto Cultural. O Agrupamento decidiu desenvolver uma iniciativa inédita, fomentando a aprendizagem de diferentes matérias num cenário artístico real, ao mesmo tempo que promove a sustentabilidade ambiental, incentivando os alunos a fazer as suas deslocações de bicicleta.

A 1.ª saída aconteceu hoje, dia 20 de outubro, dia de lançamento do projeto “Ao Património de Bike”.

Os alunos do 7.º ano são os primeiros a fazer o peculiar circuito, deslocando-se de bicicleta de aula em aula e de mochila às costas.

Partem da escola às 9:30 h em direção à Rotunda “dos burros”, um elemento escultórico da cidade que faz referência à importância que outrora tiveram aqueles animais no transporte de produtos agrícolas das aldeias para a cidade. Nesta primeira paragem, é tempo de abrir os cadernos para tomar nota da primeira aula, que vai ser de Geografia.

Seguem para a rotunda dos “Caretos”, mais um elemento artístico que faz alusão às máscaras associadas às festas de inverno e, neste espaço, um artesão do concelho vai falar da importância e do simbolismo deste elemento cultural, enquadrando-se esta apresentação nas aulas de Línguas Estrangeiras (Espanhol e Francês).

A aula seguinte junta as disciplinas de História e Cidadania e acontece na Rotunda onde se encontra um monumento alusivo à Liberdade, que será o espaço adequado para falar da importância do 25 de Abril e dar lugar à poesia.

É tempo de pegar novamente na bicicleta, cruzar a cidade até chegar à Rotunda da Cantarinha, onde um outro artesão vai apoiar a aula de Ciências Naturais, juntando aqui o processo de produção da cantarinha com a matéria prima que é usada no seu fabrico, nomeadamente barro e terra, conhecida como “grosso”.

Os alunos voltam a pedalar, passando pelos azulejos do Loreto e o Conservatório de Dança e de Música, até chegarem à Praça Camões e, de seguida, à Igreja de São Vicente, com partilha de contos. Em cada paragem, uma nova aprendizagem e uma nova modalidade artística.

Esta atividade é apadrinhada por Ricardo Vilela (ciclista profissional do FCP, que representou a Seleção Nacional de Estrada, 2.º classificado no Prémio JN deste ano) e Vítor Carvalho (ciclista da EFAPEL e vice-campeão nacional de ciclismo adaptado), que vão acompanhar os alunos neste primeiro circuito, e conta com o apoio de diversas entidades locais, nomeadamente a PSP, a GNR, os Bombeiros Voluntários, a Associação Comercial, Industrial e Serviços de Bragança (ACISB), a CMB, entre outras.

Os alunos do 7.º ano são os primeiros a experimentar esta dinâmica, mas o programa prevê que todos os alunos do AE Miguel Torga de Bragança desenvolvam a atividade.

Se as aulas de Artes pretendem, acima de tudo, desenvolver a criatividade dos alunos, esta é também uma forma original e criativa de conhecer o património, valorizar a cidade, promover a sustentabilidade e criar novas abordagens de ensino, valorizando a ação cooperativa e projetos transversais, ao mesmo tempo que se garante o contacto com diferentes tipos de arte aos alunos.

 

Sobre

A Associação Comercial, Industrial e Serviços de Bragança (ACISB) é uma associação sem fins lucrativos e de duração ilimitada.

  • 273 331 947 | 273 332 172
  • geral@acisb.pt
  • Rua Abílio Beça, n.º92 – 1º Andar | 5300-011 - Bragança